Morreu na noite deste domingo (27) o ator e diretor Jorge Fernando. Aos 64 anos, a informação é que ele sofreu uma parada cardíaca. A divulgação de sua morte se deu pelas redes sociais, através de uma colunista do Rio de Janeiro, Lu Lacerda, que já confirmava o ocorrido. Além dela, duas amigas de Jorge Fernando, a também diretora Glória Perez e a atriz Zezé Motta, também fizeram postagens de luto.

Segundo o que foi divulgado, Jorge Fernando passou mal e foi levado ao Hospital Copa Star, em Copacabana, mas não resistiu. Em 2017, ele sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e, desde então, lutava para se recuperar das sequelas. Em nota, o hospital disse que o diretor morreu logo após dar entrada, no fim da tarde deste domingo, devido a uma parada cardíaca “em decorrência de uma dissecção de aorta completa”.

Jorginho, como era conhecido entre amigos e colegas de profissão, nasceu em março de 1955 e começou sua carreira como ator na série de TV chamada Ciranda, Cirandinha, em 1978. Após anos de experiência, foi um dos mais importantes diretores da TV Globo, sendo responsável por várias obras de sucesso.

Atualmente, após dirigir inúmeras novelas que bombaram a audiência da emissora de maior visibilidade do país, como Rainha da Sucata e Chocolate com Pimenta, por exemplo, Jorge Fernando era diretor de núcleo da Rede Globo. Nos anos 80, se destacou por seus trabalhos através de novelas que marcaram época. Rainha da Sucata, inclusive, foi a novela de maior audiência da TV Globo nos anos 90.

Além das novelas, o diretor também foi responsável, por alguns períodos, por cuidar de nomes da TV como Angélica e Xuxa. Ele também dirigiu, por um ano, o humorístico Sai de Baixo. Como ator, participou de várias obras, com destaque para Vamp, nos anos 90, que além de atuar, também dirigiu. “Meu Jorginho, meu diretor, virou anjo. Saudades eternas, obrigada por você ter me respeitado tanto e ter ensinado tanto para minha Catu (Ana Paula) você vai deixar muitas saudades nessa vida, sua alegria era ÚNICA”, disse Xuxa em seu Instagram.

A última novela dirigida por Jorge Fernando foi Verão 90, no horário das 19h. A trama, que teve Isabelle Drummond, Rafael Vitti, Jesuíta Barbosa, Cláudia Raia, Dira Paes, Totia Meireles, Camila Queiroz e Caio Paduan como personagens principais, foi sucesso de audiência por resgatar o saudosismo dos anos 90. Além de fazer a direção geral, Jorge Fernando também ficou responsável pela direção artística da novela.

Foto: Reprodução/Instagram.
Foto: Reprodução/Instagram.

Querido por todos

Jorge Fernando era um dos diretores da TV Globo que não tinha papas na língua e sempre foi conhecido por seu humor. Sempre sorrindo e muito espontâneo, falava o que precisava ser dito e justamente por isso era o tipo de profissional que muitos atores adoravam trabalhar. Assim que a notícia de sua morte começou a circular, muitos de seus colegas e amigos de profissão começaram a se despedir.

“Meu querido Jorge Fernando morreu! Fizemos lindas novelas juntos como Chocolate com PimentaAlma Gêmea e Eta Mundo Bom. Todas grandes sucessos de público porque ele era genial. Vai alegrar o céu Jorginho com seu humor, sua alegria!!!! Adeus adeus! Você vai fazer falta”, disse Walcyr Carrasco, parceiro de Jorge Fernando que, junto com Silvio de Abreu, tiveram parcerias bem sucedidas.

Com Silvio de Abreu foram oito novelas e com Walcyr Carrasco cinco. Junto com o Silvio, ainda, principalmente em Guerra dos Sexos e Cambalacho, Jorge Fernando foi responsável por introduzir a comédia pastelão na dramaturgia.

Mumuzinho

@MumuzinhoC

 

Impossível n se comover e lamentar que um sorriso desses partiu tão cedo,mas o seu legado de alegria é grande.Aos familiares e amigos, meus sentimentos e amor nesse dia tão difícil;e q consigam transformar esse sentimento em uma saudade digna da alegria que o Jorge Fernando tinha

Ver imagem no Twitter
723 pessoas estão falando sobre isso
 
 

Marcelo Adnet

@MarceloAdnet

 

Que pena a partida precoce do grande Jorge Fernando. Boom! Lembrarei dele pela simpatia e sua grande energia sempre! Muito carinho e força à Dona Hilda Rabello.

371 pessoas estão falando sobre isso