Alessandro é acusado de beneficiar um grupo de agentes penitenciários federais que, supostamente, fraudava a folha de ponto para não cumprir os horários de plantões

 
 
Foto: Divulgação

Foi publicado na quinta-feira, 08, no Diário Oficial da União, o ato de dispensa do servidor Alessandro Costa de Souza da direção do Presídio Federal de Porto Velho.

Formado em Direito, Alessandro estava afastado da direção do presídio desde o início das investigações, pela Polícia Federal, por supostas irregularidades na instituição.

Alessandro é acusado de beneficiar um grupo de agentes penitenciários federais que, supostamente, fraudava a folha de ponto para não cumprir os horários de plantões.

Segundo a PF, os agentes envolvidos davam aulas em cursinhos ou gerenciavam comércios em Porto Velho durante o horário de expediente na penitenciária.

O ex-diretor estava afastado das funções desde julho deste ano.

 
 
Fonte: Tudorondonia